Das idiotices do mundo

Na minha casa coco faço eu

Uma das minhas grandes preocupações ao viajar é saber pra casa de quem, pois eu tenho um sério problema em fazer minhas nessecidades  fisiológicas em casa de pessoas estranhas. Então, os unicos lugares que descarrego minha tensão além da minha casa, são na casa da minha tia e da minha avó.

É muito estranho sentar no vaso sanitário em um lugar que não me é familiar, pois como já foi dito a privada é meu lugar de reflexão, é um dos poucos tempos livres que tenho para isso, minha vida é toda repensada em uma privada, o que faz uma analogia do tipo: Vaso = merda, Vaso = pensar na vida. Logo: vida = merda.
Que seja.

Outro fato que me incomoda muito, é de que pessoas que não pertencem a minha casa usem meu vaso para a mesma finalidade. Pô, eu dei um cartão de visitas para você vir cagar na minha casa? Cheguei na tua casa e falei “ou fulano, que tal fazer um cocozinho lá em casa? ”
Não, eu não quero que você use o lugar que eu uso para pensar na minha vida de merda, pra fazer mais merda ainda.

Se tu tem a tua na sua casa, pra que usar a minha? E se você tá com diarréia? Credo.

Cada rei com seu trono.

Talvez um dia eu faça um chá do coco, ai convido você prezado ser que vem na minha casa cagar sem permissão, pra soltar um melindroso aqui.
Sem laxante por favor.

Anúncios
Padrão

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s