Crônicas

O que eu estou sentindo

Peguei a cabeça e enfiei em um liquidificador.
Não saiu nada. Mas a cabeça ficou girando, girando, girando. Queria por que queria, expressar ao mundo todo esse desejo artístico que lhe é capado dia após dia.

Estava nervoso.
Queria pintar o quarto, compor uma música, reformular uma marca, e talvez até a própria vida.
Deu duas cambalhotas, o desejo ainda continuava lá. Continuaria até o surgimento de uma dica.

Começou a escrever e o coração foi se acalmando. Seria tédio? Serei artista, ou publicitário?

 

Anúncios
Padrão

Um comentário sobre “O que eu estou sentindo

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s